quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Sociedade Secreta, Tom Dolby - Resenha e opinião.

Eu acabei de ler hoje o livro Sociedade Secreta - Tom Dolby. E sabe gente, agora eu estou me sentindo tão mal... Tô com uma sensação tão grande de decepção...
Eu já xinguei tanto esse homem hoje que até cansei. Já visitei mais de 10 sites sem zueira pra falar que eu ODIEI esse livro.
Ele tem tudo pra ser legal, tem uma capa bem bonita, um nome intrigante e tal... Tem até uma coisa que eu achei bem legal da editora iD que tem na parte de trás do livro, escrito:
Você se iDentifica com este livro? Leia a página 37.
Eu achei isso legal, você abre e lê, não tem nada de especial, é só mais uma página escolhida para você ler e ficar curioso.
Bem, eu comprei ele á mais de um mês, super empolgada.
Comecei a ler e foi um desespero. Ponto negativo pelo livro estar na página 200 e ainda não ter ficado nem um pouco interessante. E isso enche o saco porque você simplesmente não tem vontade de ler. Aí eu largava ele e voltava a pegar dias depois.
Bem, hoje a luz acabou aqui de tarde (bem quando eu tava assistindo Titanic, que raiva!) e eu falei: Bem, eu preciso terminar de ler essa porcaria de livro de preferência hoje, porque eu to enrolando demais.
E tipo, livro assim eu já nem gosto de ler. Que demora demais pra ficar legal sabe?
Mas depois de ler Como Se Tornar Popular - Meg Cabot, que demora demaaaais pra ficar bom, eu decidi que se o livro começa ruim, paciência e bora continuar a ler! Porque eu amo livros, e acho sim que se deve dar uma chance pra eles.
O livro tem 52 capítulos, 371 páginas.
Eu não sei fazer uma resenha, mas tá aqui o que diz na parte de trás do livro e o que eu consigo resenhar:
Sociedade Secreta - Tom Dolby
Editora: iD
Preço: Por volta de R$ 49, 90

 GANSEVOORT STREET, 53
                 1:00 AM
 VOCÊ SABE O QUE FAZER

Uma misteriosa mensagem que pode significar muitas coisas: uma brincadeira, uma emboscada, um engano...
Ou um convite para se integrar a uma misteriosa associação, com promessas de fama e sucesso para além dos limites comuns. Uma sociedade tão exclusiva que, uma vez dentro, você nunca mais poderá abandonar...

"Luxuriante, delicioso... e decadente, como os melhores contos nova-iorquinos. Seja iniciado já!"
- Melissa de la Cruz, autora da série Blue Bloods

Ahn... Eu acabei de ver num blog que resenha tem a opinião de quem leu.
Vou começar falando desse comentário da Melissa de la Cruz: realmente é um conto nova-iorquino. Mas... decadente não era uma coisa ruim?

Então, o livro já começa a não fazer o meu tipo, pelo simples fato de se tratar da vida de um monte de adolescente nova-iorquino riquinho.
Outro ponto que eu não gostei foi que o livro fica pondo muita localização, tipo: ah, Phoebe e Nick tomaram um café no Bagulholá na Five Street, travessa com a Six Street... Será que o Tom Dolby não pensou que o livro dele podia ser lido no mundo todo? Tipo, eu não sei se eles tão indo pra um bar ou pra uma lanchonete ou pra um shopping se ele só fica falando que eles foram no Lower East Side ou no Bagulhetelásemnome. Porque eu moro no Brasil. Muitas das pessoas que vão ler o livro dele devem ser de lá mesmo, de New York, mas eu acho chato você só ficar dando localizações e nomes de rua porque nem todo mundo que vai ler a sua história sabe onde fica tal lugar muito menos sabe que aquele lugar é tal coisa e tem tal nome.
É chato.
SPOILER
Eu acho o romance da Phoebe com o Nick muito fofo.
FIM DO SPOILER
E o final do livro é tão idiota... É só mais uma página qualquer, e isso me faz pensar que o Tom Dolby tava escrevendo esse livro e  pensou assim: Ah, cansei de escrever isso. Deixo só colocar
um ponto final aqui e mandar pra editora.
Ah, outro ponto negativo é que esse livro só tem a mísera chance de ficar legal com continuações que expliquem as coisas.
Se você faz uma série, é importante deixar segredos a serem revelados nos outros livros. Mas nada que seja tããão grandioso, muito menos que seja o ponto forte do livro.
Tipo, o que ia ser de Crepúsculo se a Bella só descobrisse que o Edward é um vampiro em Lua nova?
Eu penso que cada livro que você escreve, mesmo que seja de uma série, tem que terminar com o recado dado, como se fosse o único livro. A Bella descobriu que ele era vampiro, ficou com ele, eles enfrentaram o James, e tudo acaba bem no baile de fim de ano dela. Recado dado.
Tom Dolby não pensa como eu.
Minha nota para esse livro: 0
Desculpe Tom Dolby. Acho melhor você parar de tentar escrever para adolescentes.

Digam o que acharam da minha resenha e do livro, quem já leu.
Tchauuu!
PS: Me desanimei tanto que to afim de ir dormir.

Um comentário:

Cécii ♥ disse...

Hahahahaha
Me rachei com as ultimas frases depois da nota do livro!!!! kkkkk
Tadinho...
Bem, foi bom você já ter falado, mas eu nunca compraria esse livro mesmo, essa capa parece uma coisa antiga, e eu odeio ler coisas antigas. Se bem que Eragon é legal. Mas tem magia e aventura, portanto nunca vai ser um negócio tedioso.